Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Blog +Leitura BCo / Encante-se com os clássicos: Charles Dickens

Encante-se com os clássicos: Charles Dickens

por Blog + Leitura — publicado 01/12/2017 00h00, última modificação 30/01/2018 14h27
Colaboradores: Fúlvio Galhardo (DeRef)
Depende de nós mesmos, de você e de mim, em nossos dois campos de ação, que as coisas sejam ou deixem de ser. DICKENS, Charles (1812-1870)

Figura 1 - Charles Dickens, entre 1867 e 1868

Fonte: Gurney, [1867?].

Introdução

O Blog Mais Leitura desta sexta traz um dos romancista mais famosos da Era Vitoriana e que continua rendendo edições até hoje. Charles Dickens é o introdutor da crítica social na literatura de ficção inglesa, inspirado pela própria experiência no trabalho industrial e nas mazelas da Inglaterra do século XIX, como a violência, a pobreza, o desemprego, as péssimas condições de trabalho nas fábricas e a prostituição. Seus textos combinam destreza, sentimento trágico, ironia e crítica social misturados ao seu estilo poético.

Suas obras são quase onipresentes na consciência coletiva, visto sua difusão na literatura ocidental. Quem nunca ouviu a história de “Um Conto de Natal”, onde o velho avarento Scrooge é visitado pelos 3 fantasmas dos natais passado, presente e futuro? Ou Oliver Twist, um rapaz órfão que sofre diversas desventuras? O post dessa sexta traz um pouco mais sobre o autor e suas obras. Bora conferir?

 

1 Oliver Twist, de Charles Dickens

Figura 2 - Ilustração de Oliver Twist pedindo para repetir a refeição no orfanato

Fonte: Mahoney, 1879.

Conta a história do pequeno órfão Oliver Twist, que vive seus primeiros nove anos em instituições de caridade após a morte da mãe em seu nascimento e pelo fato de nunca ter conhecido seu pai. Sem suportar mais os maus tratos, Oliver foge para Londres e une-se a um grupo de marginais comandados por Fagin, onde passa por diversas adversidades.

Oliver Twist foi publicado originalmente em folhetim, entre os anos de 1837 e 1838. Um dos livros mais famosos de Dickens e o primeiro romance da língua inglesa a ter uma criança como protagonista, foi adaptado logo em seu lançamento a diversas peças e, com o advento do cinema, a diversos filmes que contavam a história do pequeno órfão.

O livro apresenta duras críticas à sociedade inglesa vitoriana, sobretudo aos defeitos resultantes do desenvolvimento excludente, das más condições de vida e trabalho e à estratificação de classe. A impotente criança é criada cruelmente em uma sociedade sem leis para protegê-la, exposta a trabalhos pesados, sem conforto, doente e passando fome. São claras as más condições das instituições inglesas, como orfanatos, escolas internas e asilos. O autor expõe, por exemplo, as instituições de caridade que “em nome de Deus” maltratavam e puniam crianças que não obedeciam às regras estabelecidas pelos responsáveis.

Esse livro pode ser encontrado sob o código G 820-31 D548ot.2 no Piso 2.

 

2 Um Conto de Natal, de Charles Dickens

Figura 3 - Ilustração de “Um Conto de Natal” com Scrooge e o fantasma de seu assistente

File:Marley's Ghost - A Christmas Carol (1843), opposite 25 - BL.jpg

Fonte: Leech; Dickens, 1843.

Um Conto de Natal conta a história de Ebenezer Scrooge, um velho avarento e frio que não possui nenhum tipo de compaixão e se agarra à ganância e a arrogância. Às vésperas do natal, ele recebe a visita do fantasma de seu assistente morto, que mostra-se acorrentado devido às suas atitudes em vida e anuncia a aparição de três espíritos dos natais que farão Scrooge repensar seu comportamento e seus atos.

O conto foi escrito em menos de um mês em 1843 para o pagamento de dívidas de Dickens e tornou-se um sucesso de público e de crítica. A história e a escolha da época natalina serve de análise às tendências sociais da época, que em plena Revolução Industrial esquecia os contornos sensíveis de uma sociedade para dar lugar ao caráter mecanizado.

A obra estima incontáveis referências, desde a criação do personagem Tio Patinhas, uma clara sátira ao avarento Scrooge, até adaptações teatrais e cinematográficas. Um destaque vai para a animação 3D de 2009 da Disney, “Os Fantasmas de Scrooge”, estrelando Jim Carrey.

Esse livro pode ser encontrado sob o código EJ S972cc no Piso 2.

 

3 David Copperfield, de Charles Dickens

Figura 4 - Ilustração de David Copperfield com Peggotty, a caseira

File:Peggotty et David, par Jessie Willcox-Smith.jpeg

Fonte: Smith, 2012.

Assim como Oliver Twist, conta a história do personagem homônimo, desde seu nascimento até a vida adulta, passando pela sua difícil infância até os anos de estudos, suas paixões, suas indecisões ao futuro profissional e a chegada da maturidade. Conta também parte da jornada de diversas pessoas na obra, exaltando a memorável construção dos personagens de Dickens. As essências são complementadas com as ações e reações encontradas ao longo da vida, inspirando fluidez e naturalidade nas personalidades.

O romance, assim como outros de Dickens, foi escrito em formato de folhetim em 19 meses, sendo publicado como livro em 1850. Devido às semelhanças da obra com a própria vida de Dickens, alguns estudiosos sugerem que David Copperfield é o romance mais autobiográfico do autor. O próprio considera a obra seu “filho favorito”.

Assim como os diversos textos de Charles, David Copperfield mostra que mesmo no cenário da Inglaterra do século XIX, os costumes mudaram, mas as relações humanas continuam as mesmas, o que sustenta a imortalidade de suas obras.

Esse livro pode ser encontrado sob o código EJ D548dc no Piso 2.

 

Contato

Para mais informações, entre em contato com Departamento de Referência (DeRef) ou pelo e-mail blogmaisleitura.bco@ufscar.br ou pelo telefone (16) 3351-8135.

 

BCo nas Redes Sociais

Para receber periodicamente as informações sobre o que acontece na BCo, inscreva-se em nossos grupos do Facebook, de acordo com sua área de atuação e interesses:

 

Referências

GURNEY, J. Charles Dickens (1812-1870), 1868-1867. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Dickens_Gurney_head.jpg>. Acesso em: 24 ago. 2017.

LEECH, J.; DICKENS, C. Marley’s Ghost. Ebenezer Scrooge visited by a ghost, 1843. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Marley%27s_Ghost_-_A_Christmas_Carol_(1843),_opposite_25_-_BL.jpg>. Acesso em: 24 ago. 2017.

MAHONEY, J. Svenska: Illustration på sida 5 ur boken Oliver Twist: Samhällsroman från 1898, [1879?]. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Oliver_Twist_-_Samh%C3%A4llsroman_-_Sida_005.jpg>. Acesso em: 24 ago. 2017.

SMITH, J. W. English: Peggotty and David, by Jessie Willcox-Smith, 28 jul. 2012. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Peggotty_et_David,_par_Jessie_Willcox-Smith.jpeg>. Acesso em: 24 ago. 2017