Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Blog +Leitura BCo / Fantasmas à solta: guardem os celulares e peguem os livros clássicos agora. Já! (Por favor)

Fantasmas à solta: guardem os celulares e peguem os livros clássicos agora. Já! (Por favor)

por Ronald Moura (DeRef BCo) — publicado 03/05/2017 14h35, última modificação 22/05/2017 11h47
Colaboradores: Blog Mais Leitura
Atenção usuários da BCo, os banheiros estão interditados para contenção de sustos fantasmagóricos. (Sério, há fantasmas lá, olhem os pelos do meu braço arrepiados!).

Figura 1 - Livros esquecidos dos autores clássicos

halloween-1784568.jpg
Fonte: Amber Avalona, Pixabay Free Stock Images, 2016.

A BCo anda meio preocupada com algumas coisas que estão acontecendo e nós precisamos alertá-los sobre tudo, até mesmo sobre as coisas mais obscuras que acontecem aqui dentro. De um tempo para cá, espíritos de escritores antigos têm visitado a biblioteca para cobrar de nós o fato de alguns usuários não estarem mais retirando seus livros. Os mesmos alegaram que seus leitores mais jovens estão aderindo às tecnologias e optando pelos livros em formato digital, deixando de lado seus livros físicos que eles tanto batalharam para ter.

Acontece que eles nos cobram isso dando sustos e uma das bibliotecárias do Departamento de Referência (DeRef), que não quis se identificar, alegou ter sido uma das vítimas do espírito de Cecília Meireles no banheiro do Piso 3.

“Fui fazer minha parada fisiológica matinal no terceiro piso e assim que adentrei o banheiro feminino vi um vulto passando bem rápido. Pensei ter sido coisa da minha cabeça, mas assim que resolvi pôr para fora minhas impurezas algo muito forte deu um tapa no meu celular, que caiu no chão, e gritou ‘PARE DE LER MEUS LIVROS EM FORMATO DIGITAL’. Não pensei em outra coisa senão sair correndo sem nem me limpar. Depois disso nunca mais vi meu celular e utilizo somente o quintal de casa para me aliviar”, revelou a servidora.

Há boatos de que até mesmo estudantes estão sendo atacados pelos fantasmas e tantos casos de sustos obrigaram as faxineiras a interditarem todos os banheiros da BCo. Indignada, uma delas contou que “não aguenta mais o cheiro forte dos banheiros no fim do dia”, e que uma colega de trabalho foi parar na Santa Casa após escorregar em um objeto não identificado que estava no chão, por isso resolveram fechar os banheiros a sete chaves e cogitam até mesmo uma greve caso a situação não seja resolvida.

Dada a situação, pedimos, para o bem geral da biblioteca e de nossos usuários, para que optem pelos livros físicos ao invés dos digitais quando forem ler literatura nacional clássica. Garantimos que o pó deles já foi retirado e até mesmo os usuários com casos de rinite grave podem pegá-los sem medo de serem felizes. Agora,  para acalmar ainda mais os nervos dos espíritos de escritores antigos, preparamos uma lista com seus livros de maior sucesso que estão disponíveis aqui na BCo para retirada, vejam só:

1 - Clara dos Anjos, de Lima Barreto

             2017-04-27 12.13.06 1.jpg

Em Clara dos Anjos relata-se a história de uma pobre mulata, filha de um carteiro de subúrbio, que apesar das cautelas excessivas da família, é iludida, seduzida e, como tantas outras, desprezada, enfim, por um rapaz de condição social menos humilde do que a sua. É uma história onde se tenta denunciar o drama de tantas outras moças da mesma cor e da mesma origem.

Esse livro pode ser encontrado sob o código G 869.93 B273cL.

2 - A Hora da Estrela, de Clarice Lispector

              2017-04-27 12.12.57 2.jpg

A hora da estrela é também uma despedida de Clarice Lispector. Lançada pouco antes de sua morte em 1977, a obra conta os momentos de criação do escritor Rodrigo S. M. (a própria Clarice) narrando a história de Macabéa, uma alagoana órfã, virgem e solitária, criada por uma tia tirana que a leva para o Rio de Janeiro, onde trabalha como datilógrafa. Como disse a própria autora, era ela mesma contando uma história e, ao mesmo tempo, revelando ao leitor seu processo de criação e sua angústia diante da vida e da morte.

Esse livro pode ser encontrado sob o código G 869.93 L771he.

3 - Olhinhos de Gato, de Cecília Meireles

               2017-04-27 12.13.07 1.jpg

Olhinhos de Gato é uma reflexão poética sobre a perda, a dor, a solidão, a morte, o luto, seguida pelas próprias histórias de infância da autora, com descrições suaves dos moradores da rua do bairro do Estácio, no Rio de Janeiro, às brincadeiras de roda tão ao gosto das crianças de antigamente.

Esse livro pode ser encontrado sob o código EJ M514og.6.

Importante
Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.

Contato

Para mais informações, entre em contato com o Departamento de Referência (DeRef) pelo e-mail blogmaisleitura.bco@ufscar.br ou pelo telefone (16) 3351-8425.

BCo nas Redes Sociais

Para receber periodicamente as informações sobre o que acontece na BCo, inscreva-se em nossos grupos do Facebook, de acordo com sua área de atuação e interesses: